Acidentes com empilhadeiras e transpaleteiras: como eliminá-los, de uma vez por todas, com robótica.

Acidentes com empilhadeiras e transpaleteiras como eliminá-los, de uma vez por todas, com robótica.

Você sabia que, um em cada seis acidentes fatais no ambiente de trabalho nos EUA são relacionados a empilhadeiras? E que envolvendo pedestres, são 80% dos casos? É o que aponta a Agência de Segurança e Saúde Ocupacional dos EUA (OSHA). Isso representa cerca de 100 acidentes com empilhadeiras por ano e traz perdas de US $135 milhões neste mesmo intervalo de tempo. 

Ao analisarmos o nosso país, um estudo conduzido por Antônio Fernando Navarro, professor da Universidade Federal Fluminense e engenheiro de Segurança do Trabalho, publicado no Portal LogWeb, aponta os principais motivos de 270 acidentes durante movimentações de cargas, envolvendo trabalhadores. Este estudo mostrou que entre os riscos mais recorrentes, estão: 

  • características geométricas das cargas (95%); 
  • passagem de equipamentos nas proximidades (90%); 
  • trajeto apresentando obstáculos ou interferências (85%); 
  • falta de um adequado isolamento da área (80%); 
  • transposição de obstáculos (75%); 
  • imperícia ou imprudência do trabalhador (45%); 
  • excesso de pessoas no entorno (35%); 
  • falta de sinalização adequada no ambiente (35%).

Um outro estudo, desta vez realizado pelo IMAM Consultoria, levantou as principais causas de fatalidades provocadas por empilhadeiras, os quais incluem:

  • Tombamento da empilhadeira (22%); 
  • Pedestre que o operador atinge com a empilhadeira (20%);
  • Operador ou colaborador prensado pela empilhadeira (16%); 
  • Queda do operador da empilhadeira (9%); 
  • Falha em assegurar que cada operador é competente para operar seguramente um veículo industrial motorizado (7%); 
  • Falha em certificar que cada operador foi treinado e avaliado (6%); 
  • Falha em retirar de serviço veículos industriais motorizados danificados (5%); 
  • Falha em providenciar treinamento e avaliação de reciclagem (4%); 
  • Falha em inspecionar veículos industriais motorizados antes de colocá-los em serviço (3%).

Ao analisarmos o segmento de bens de consumo, em um estudo realizado pela Vivian Gois em sua monografia, requisito para obtenção do título de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, que tinha como objetivo analisar um acidente de trabalho com empilhadeira em uma indústria de alimentos, concluiu-se que as causas mais prováveis deste acidente se deu pela falta de atenção dos operadores e falta de atender aos procedimentos para operacionalização de empilhadeiras.

Além de tirarem a vida das pessoas, os acidentes que envolvem equipamentos de movimentação interna em fábricas e Centros de Distribuição, como empilhadeiras e transpaleteiras, trazem diversos outros malefícios para uma empresa, como, por exemplo:

  • Reputação da marca perante o mercado;
  • Queda de ações na bolsa de valores; 
  • autuações, notificações, multas e até interdições na empresa ou ações regressivas por órgãos governamentais;
  • Indenizações ao trabalhador e aos seus familiares;
  • Consequências negativas na motivação da equipe;
  • Perda de clientes e impacto negativo nas vendas.

Evitar acidentes e mortes, deve ser a mais alta prioridade para gestores de fábricas e Centros de Distribuição. Todos esses riscos de acidentes podem ser eliminados ou drasticamente reduzidos com automação, que além de proverem maior eficiência, melhoram a ergonomia no trabalho, dão mais oportunidades para as pessoas desenvolverem atividades mais nobres, promovem inovações, traz o seu maior benefício: a segurança e o direito à vida

Aqui na Automni, entendemos que a segurança não é somente um atributo, mas sim, o fator principal no desenvolvimento de nossas soluções. Desenvolvemos transpaleteiras autônomas que se movimentam com segurança ao lado das pessoas. Trabalhamos de forma consistente para desenvolver equipamentos e tecnologias que apresentam comportamentos confiáveis, previsíveis e seguros, estando em conformidade não somente com com as normas internacionais ISO, mas também com a NR-12 e outras exigências internas de nossos clientes para garantir que a vida e a integridade das pessoas sejam preservadas.

Confira alguns dos benefícios de se implantar os robôs autônomos da Automni em sua operação:

Acidentes com empilhadeiras e transpaleteiras: como eliminá-los, de uma vez por todas, com robótica.

Tecnologia alinhada a NR-12 e as Normas Internacionais de Segurança

Nossas transpaleteiras autônomas são desenvolvidas respeitando a norma NR-12 e outras normativas, como: ABNT NBR ISO 12100, ABNT NBR ISO 13849-1/2 e ABNT NBR ISO 3691-4.  

A NR-12, por exemplo,  define as diretrizes técnicas adequadas ao ciclo de vida de uma máquina ou equipamento, desde o design e fabricação até o transporte, instalação, limpeza, funcionamento e manutenção destes. Como título de comparação, estar adequado a esta norma, como é o caso de nossas transpaleteiras autônomas, significa que é mais fácil ganhar na Mega Sena do que um acidente ser provocado pelos nossos robôs. 

Respeitando a essas normativas, aqui na Automni desenvolvemos uma apreciação de riscos do projeto da máquina e da operação a ser robotizada em conjunto com o seu time de segurança,  alinhada também às exigências de cada operação, a fim de aumentar o nível de proteção às pessoas.   

Para conhecer, em detalhes, como trabalhamos para garantir total segurança das nossas transpaleteiras autônomas nas operações de nossos clientes, sugerimos a leitura do artigo: Robôs AMRs da Automni são seguros? Saiba as principais tecnologias aplicadas aos robôs.

Considerações Finais

Valorizar a vida humana deve ser o objetivo maior de um gestor de operações, tanto nas fábricas quanto nos Centros de Distribuição. A automação é uma das soluções para reduzir e/ou eliminar, de uma vez por todas, este mal que deixa muitos CEOs, Diretores e Gerentes sem dormirem, à medida que novas oportunidades de trabalho surgem, processos são melhor desenhados e maior é a produtividade. Desse modo, a automação é indispensável para a sustentabilidade de uma empresa e a valorização da vida. 

Fontes:

https://www.logweb.com.br/sensores-eletromagneticos-evitam-atropelamentos-por-empilhadeiras/

https://www.imam.com.br/consultoria/artigo/pdf/seguranca-empilhadeiras.pdf

http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/18040/2/CT_CEEST_XXV_2013_38.pdf

Diagnóstico 100% Grátis

Inicie sua jornada conosco solicitando um diagnóstico da sua operação.

Gostou do Artigo?

Dê o seu like  e compartilhe em suas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Sobre a Automni

A Automni é uma empresa brasileira de alta tecnologia que desenvolve robóticas e sistemas inteligentes para empresas. Nossa solução de AMR é capaz de integrar ao WMS e ERP, além de prover maior eficiência e segurança às operações logísticas. Toda tecnologia embarcada no AMR é desenvolvida pelos próprios Engenheiros de Software da companhia que dão suporte 24h/7 dias.

Nossa solução vem ajudando empresas a aumentar a produtividade das empilhadeiras em até 60%, provendo maior segurança e qualidade de vida dos colaboradores.

Quer entender como nossa solução vem ajudando empresas como a DHL, Danone e Nestlé a melhorarem a sua performance logística com nossa solução em AMR? Então solicite agora mesmo um bate-papo com nosso time de especialistas!

Ebook 100% Grátis

Insira seus dados e acesse o Ebook - Autonomous Mobile Robots (AMRs): o que são e como estão revolucionando as operações logísticas.

Ebook 100% Grátis

Insira seus dados e acesse o Ebook - Autonomous Mobile Robots (AMRs): o que são e como estão revolucionando as operações logísticas.

Utilizamos cookies, para gerar informações, estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e
prestar os serviços online. Saiba mais sobre a forma como usamos os seus dados pessoais visitando nossa Política de Privacidade e os Termos de Uso.

Vamos conversar?