Metaverso: o que é e como pode ser aplicado nas operações logísticas?

Metaverso - o que é e como pode ser aplicado nas operações logísticas

Possivelmente já deve ter ouvido falar sobre realidade virtual (RV), realidade aumentada (RA) e Metaverso. Em síntese, trata-se de colocar óculos e ter uma sensação de abdução, ou seja, sair do seu local atual e com milésimos de segundos você consegue estar em outro ambiente, que pode ser uma nova cidade, país ou até mesmo um novo planeta, existente ou não. Com a tecnologia é possível conhecer estes lugares e também sentir este novo ambiente, de forma que a distinção entre o virtual e físico seja a menor possível. 

Atualmente temos uma percepção relativa no nosso ambiente físico, pois conseguimos captar somente uma parte do que é real. Se não tivermos tecnologias suficientes, muitos dos sons e imagens ao nosso redor não são percebidos, como por exemplo, o infravermelho. Já em um ambiente de RV ou RA, consigo ter uma percepção plena sobre este ambiente.

Agora imagine estar neste universo, poder tomar decisões, fazer compras, se comunicar, estar em vários locais com pouco tempo? Hoje com as tecnologias existentes, a gente pode ter esta percepção máxima da abdução e o termo que tem ganhado destaque é o Metaverso.

Metaverso: avatares jogando ping pong

O que é Metaverso?

Muitos profissionais de tecnologia falam que o Metaverso é o futuro da internet. Substituir ou aperfeiçoar uma tecnologia tão relevante no dia-a-dia já nos mostra que este é um tema que necessita da atenção da sociedade, pois muitos transações e negócios são feitos pela internet nos dias atuais. 

Metaverso é um híbrido entre o ambiente real e imersivo. Nele, passamos a fazer parte da internet, utilizando de óculos de RA ou RV, fones de ouvidos e dispositivos inteligentes, é possível ter um avatar próprio ou um gêmeo digital neste ambiente imersivo, seja para fins pessoais, de lazer ou até mesmo para trabalho. Em essência, é como se você estivesse vivendo uma vida real, dentro do ambiente virtual. 

O Metaverso vem ganhando destaque especialmente após Mark Zuckerberg anunciar a substituição de nome do Facebook Inc. para Meta Platforms Ltd. A empresa, que hoje é das principais líderes da internet, ter alterado o seu nome para Meta e anunciando grandes investimentos em Metaverso, é uma prova de que esta tecnologia veio para ficar.

Metaverso: workspace

E porque o Metaverso tem ganhado destaque nas empresas?

Imagine você poder utilizar estes óculos de RV e de RA para participar de reuniões com pessoas de diversos locais diferentes? Ao mesmo tempo, poder enviar uma mensagem para o seu time interno no slack? Ter o seu avatar, a sua mesa de trabalho, ter acesso aos seus softwares e as pessoas com mais facilidade do que no ambiente real?

 Se voltarmos ao tempo e fizermos uma análise, no início dos anos 90, falar sobre internet era algo que despertava a atenção das pessoas, mas muitos não imaginariam um mundo totalmente conectado como vemos hoje e inclusive, muitos acreditavam que era um modismo. Hoje, é praticamente inimaginável pensarmos em uma empresa que não faz uso da internet e saber que o Meta, uma grande empresa de tecnologia estará investindo fortemente em Metaverso é, talvez, um dos grandes motivos pelos quais as empresas estão se preocupando com este tema.

Exemplos de empresas que estão apostando no Metaverso:

McDonald’s: 

A empresa fez cerca de 10 pedidos de registro de marcas para o escritório de patentes dos EUA para que possa entrar no metaverso. Isso significa que ela deve oferecer, em breve, produtos virtuais de alimentos e bebidas, NFTs (Non-fungible Tokens) e até um restaurante virtual com entrega em domicílio.

Boeing:

A fabricante de aeronaves pretende investir em projetos 3D, robôs e inovações imersivas para unir as operações ao redor do mundo em apenas um ambiente digital. A idéia é que as aeronaves ganhem suas próprias versões digitais, que são capazes de fazer simulações.

Lacta:

A empresa também aposta no metaverso através da venda de seus produtos dentro do ambiente virtual. De forma online, o cliente acessa o e-commerce, anda pelos corredores da loja, visita as prateleiras dos itens e, em alguns casos, pode experimentá-los. Tudo com a ajuda da tecnologia. 

Nike:

Imagine você usando aquele tênis da Nike que sempre sonhou pagando um valor bem inferior a um tênis real? A empresa criou um espaço em uma loja física todo dedicado ao metaverso, no qual as pessoas criam seus próprios mundos e avatares por meio de realidade aumentada e podem usar produtos da Nike como parte do figurino. 

E a logística? Quais as possibilidades de aplicação do Metaverso?

A logística e toda a cadeia de suprimentos vêm passando por transformações nos últimos anos. Há um aumento significativo de automação nas empresas, seja com o desenvolvimento de novos softwares, como também aplicação de robôs e tecnologias de ponta, tudo isso visando principalmente agilizar os processos de entrega e ter maior eficiência nas operações.

A DHL, gigante empresa do segmento de logística já está se adaptando ao futuro da internet. A empresa tem utilizado de RV para treinar os seus colaboradores a terem um processo de separação de itens (picking) menos propenso a erros. Também com o apoio da RV, a empresa tem incentivado os seus colaboradores a testarem protótipos virtuais com incrível precisão, mesmo estando em outro país. Para conhecer as iniciativas da empresa, sugiro acessar esta página.

O segmento de logística demanda que a maioria dos funcionários trabalhem de forma presencial. Imagine você podendo trabalhar da sua casa, identificar uma mercadoria que de alguma forma danificou. Com o suporte de uma outra pessoa ou até mesmo um robô, este item pode ser retirado e esta movimentação ser cadastrada em seu WMS ou ERP.

Também imagine uma empresa global que deseja padronizar o layout dos Centros de Distribuição. Ao invés de viajarem, inclusive para outros países, para conhecer em detalhes a planta, os gestores possam imergir neste ambiente virtual que simula com precisão o ambiente físico e tomar as decisões necessárias?

Quando avaliamos o transporte de cargas, vemos que muitos motoristas utilizam de celulares e smartphones para buscar cargas e seguirem rotas. Agora imagine isso no metaverso? Talvez um software mais detalhado com oportunidades de cargas e até mesmo poder dirigir o caminhão, com o uso de tecnologias de RV.

Outra grande mudança que possa vir a ocorrer é o e-commerce. Produtos poderão ser comprados no ambiente virtual e isso mudará toda a logística que deve adaptar e criar novos processos, métodos de trabalho e o uso intenso de tecnologias para melhorar a experiência do seu cliente com a sua marca. Também haverá negociações de itens não físicos, como os NFTs (Non-fungible Tokens) e outros que até então são comercializados e entregues fisicamente, como roupas, por exemplo, que serão utilizados pelos avatares. Isso trás também um impacto significativo na logística.

Existe uma infinidade de possibilidades que o metaverso poderá trazer para a logística e cadeia de suprimentos. E não somente para estes, mas, sobretudo para a humanidade. Empresas estão se adiantando a este movimento visando manterem-se competitivas e, em muitos casos, liderarem este movimento, como é o caso da Meta. Não sabemos o que o futuro nos espera e os impactos, positivos e negativos do metaverso na vida das pessoas. O importante neste momento é estar atento, acompanhando estas inovações, ir testando em suas operações e ver os impactos que o metaverso trará para o seu negócio e, principalmente, para as pessoas.

Gostou do Artigo?

Dê o seu like  e compartilhe em suas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Sobre a Automni

A Automni é uma empresa brasileira de alta tecnologia que desenvolve robóticas e sistemas inteligentes para empresas. Nossa solução de AMR é capaz de integrar ao WMS e ERP, além de prover maior eficiência e segurança às operações logísticas. Toda tecnologia embarcada no AMR é desenvolvida pelos próprios Engenheiros de Software da companhia que dão suporte 24h/7 dias.

Nossa solução vem ajudando empresas a aumentar a produtividade das empilhadeiras em até 60%, provendo maior segurança e qualidade de vida dos colaboradores.

Quer entender como nossa solução vem ajudando empresas como a DHL, Danone e Nestlé a melhorarem a sua performance logística com nossa solução em AMR? Então solicite agora mesmo um bate-papo com nosso time de especialistas!

Diagnóstico 100% Grátis

Inicie sua jornada conosco solicitando um diagnóstico da sua operação.

Ebook 100% Grátis

Insira seus dados e acesse o Ebook - Autonomous Mobile Robots (AMRs): o que são e como estão revolucionando as operações logísticas.

Ebook 100% Grátis

Insira seus dados e acesse o Ebook - Autonomous Mobile Robots (AMRs): o que são e como estão revolucionando as operações logísticas.

Utilizamos cookies, para gerar informações, estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e
prestar os serviços online. Saiba mais sobre a forma como usamos os seus dados pessoais visitando nossa Política de Privacidade e os Termos de Uso.

Vamos conversar?